quarta-feira, 31 de outubro de 2012

"...destes dias tão estranhos...

"...fica a poeira se escondendo pelos cantos..." Você percebe que está varrendo toda poeira pra debaixo do tapete no dia em que você perde vontade de fazer uma das coisas que você mais ama! É frustrante! Você não sabe porque está assim, o que te deixa assim, mas sua motivação,força de vontade, o tesão, se perderam por aí. Era um show! Show de uma das minhas bandas preferidas! O que está acontecendo comigo? Me dá medo. Medo do que sinto, do que deixo de sentir, medo da incapacidade de controlar meus sentimentos,medo dessa impotência. À contragosto lá fui eu...até porque eu não teria reembolso, já tinha comprado ingresso do show. Mas tudo me desmotivava, até coisas que antes nunca foram empecilhos pra mim, hoje viraram obstáculos. Foi a melhor coisa que eu fiz! Passada a impaciência da espera, foi só começarem os acordes da guitarra do Sergio pra toda essa bagagem ruim evaporar junto com as notas. Pelo menos ali, por aquelas duas horas, eu me senti mais eu mesma. Eu voltei pra minha normalidade habitual. Sei que ainda tô longe de ficar 100%, quero e preciso de um ajuda extra, mas momentos assim fazem um bem danado. Benditos sejam esses caras que vieram lá da terra da tequila! Bendita seja a música! "Bendito el lugar y el motivo de estar ahí Bendita la coincidencia Bendito el reloj que nos puso puntual ahí Bendita sea tu presencia Bendito Dios por encontrarnos en el camino Y de quitarme esta soledad de mi destino"
Obrigada Maná por me trazer de volta, mesmo que tenha sido apenas por algumas horas!

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Quem vai nos apresentar?

E no meio da tempestade a vida te oferece um refresco! Ok,você procurava por alguma coisa,e tão prontamente "seu pedido foi atendido"! Você ganha aquele sorriso espontâneo que vai de orelha à orelha. Você volta a ter esperança. Você volta a sentir, sabe-se lá o quê, mas você está sentindo de novo. Por mais bobo,precoce e juvenil que seja...talvez você percebeu que ainda consegue tentar,que ainda está disposta a arriscar, mesmo sabendo que pode mais uma vez quebrar a cara,e mais ainda o coração. E você sonhou! Você sempre vive sonhando,você sempre se deixa levar,longe, muito longe! Você se entrega! E da mesma forma que a vida te trouxe, ela te levou! Tão bruscamente! E por que? Pra quê? Só pra te mostrar que você ainda tem força pra seguir em frente? E de que adianta isso, se você continua seguindo só? De que vale andar, andar, andar, se não tem ninguém andando ao seu lado? Cada vez mais acho que amor não foi feito pra minha vida. É personagem da história dos outros.Minha história foi escrita sem ele. Ficamos nos olhando,em calçadas opostas. Às vezes nos esbarramos,mas ele rapidamente some.Sabemos da existência um do outro mas nunca fomos apresentados, nos conhecemos só de vista. Até quando?

domingo, 14 de outubro de 2012

Ansiedade...

Ah ansiedade...quem nunca sofreu disso(ou com isso/por isso)? Ansiedade deveria ser um dos meus sobrenomes, junto com a curiosidade. Sim,eu sofro disso,eu vivo com isso,sofro por causa disso. Outro dia ouvi isso: " verifique se tem uma equipe médica disponível para ir vê-la,ela está tendo uma crise de ansiedade aguda". Ela no caso, era eu! Desde que me conheço por gente eu sempre soube que eu era ansiosa. Sempre sofri por antecipação, sempre quis saber de tudo com antecedência (acho que aí entra também a bendita curiosidade); Comer os cantos dos dedos; ter disfunções grastrointestinais; fazer xixi toda hora; comer doces loucamente, principalmente chocolate(nesse fim de semana, por exemplo,eu parecia um ere,tive altas doses de glicose(ainda bem que foi após meus exames de sangue); mas também já tive falta de apetite, náuseas; mãos ficam geladas e suam muito; a espera mata; a insegurança fica te rondando; e claro que você acaba pensando nas piores coisas; Mas não é só fisicamente que a gente sofre né. É uma avalanche de sentimentos,pensamentos,minhocas na cabeça. Tudo o que eu não precisava agora era de mais um motivo pra sofrer disso, mas cá estou,ridiculamente com a ansiedade à todo vapor! Minha mente vive numa velocidade alta,com trocentos pontos de interrogações,suposições,imaginações... Outro exemplo meu, " tendo andado distraído,impaciente e indeciso..." rs sei lá porque eu lembrei dessa música, mas na verdade eu tendo andado impaciente sim! Impaciência caminha junto da minha ansiedade!Não aguento esperar!Não aguento ficar sem notícias!A insegurança fica falando de um lado,a loucura de outro,a capacidade que o ser humano tem em achar que aconteceu uma tragédia chega também,e a razão,falando pra você ter calma,que não aconteceu nada,que é só a vida atribulada, quase não tem chance de falar. Queria tanto ser uma pessoa tranquila,daquelas que facilmente ficam relaxadas,que conseguisse esvaziar a mente de vez em quando...falam em terapias...talvez yoga,pilates possam ajudar...ou quem sabe chutar e socar um saco de boxe?rs Se alguém tiver uma dica ( e não me falem em "chazinhos"),uma luz, alguma coisa que seja para tentar amenizar essa coisa que corrói por dentro, por favor me diga!!!

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Poderíamos casar, teríamos um apartamento, tomaríamos café as cinco da tarde, discordaríamos quanto a cor das cortinas, não arrumaríamos a cama diariamente, a geladeira seria repleta de congelados e coca-cola, o armário de porcarias, adiaríamos o despertador umas trinta vezes, sentaríamos na sala de pijama e pantufas, sairíamos pra jantar em dia de chuva e chegaríamos encharcados, nos beijaríamos no meio de alguma frase, você pegaria no sono com a mão no meu cabelo e eu, escutando sua respiração. Eu riria sem motivo e você perguntaria porque, eu não responderia, saberíamos.
(Caio Fernando de Abreu)

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

O que te faz feliz?

Acabei de sair de uma palestra sobre Felicidade. O que é felicidade? O que te faz feliz? O psicólogo jogou essa pergunta pra gente " o que faz você feliz?" Daí eu e a Débora ficamos rindo,olhando uma pra cara da outra...e depois de um tempo ele fez outra pergunta " alguém teve dificuldade em responder?" Eu e ela prontamente fizemos que sim e levantamos as mãos. De uma sala cheia, só nós tivemos dificuldade em achar o que nos faz feliz (ou pelo menos só nós assumimos publicamente isso). Queria dizer pro doutor fazer uma consulta ali com a gente. Tem várias coisas que me fazem feliz,nada de muito grandioso. Mas ali, naquele momento eu não conseguia pensar em NADA! Sou infeliz? Tenho algum problema? Sei que ser e estar feliz são coisas diferentes. Não me considero infeliz, mas tive muitos momentos infelizes recentemente. Poderíamos ficar horas discutindo o que é ser, estar, o que te faz feliz. Música Dormir Comer meu time ganhar um campeonato chocolate reencontrar as amigas cumplicidade música show da sua banda favorita um sonho bom! Eu poderia também fazer uma lista, não sei se daria certo, se me deprimiria mais ainda. Analisar por conta própria a sua própria vida,seus sentimentos,aquele lado obscuro, dá uma preguiça, dá medo, traz uma insegurança e um tanto de coisa que é melhor não cutucar,pelo menos não sozinho. Não me considero uma pessoa ingrata.Nem fico por aí me lastimando sobre minha vida.É claro que eu reclamo, reclamar faz parte do ser humano. Mas sou muito grata pela minha vida. Mas gratidão não é sinônimo de felicidade.
Mas sim, eu preciso de um Dr Flinn na minha vida!

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Resolvi criar essa "nova casa". Tem muita coisa que eu gostaria de falar,além dos casos e acasos da vida. Minha outra casa, deixarei exclusivamente como minhas cartas não enviadas. So,let´s get started!