quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Queijo Suíço

É assim que estou me sentindo, como um queijo suíço! Vou colecionando buracos, no corpo, na alma, no coração, no estômago. Eu não sei o que é ter uma noite de sono há tempos! Perdi a noção de quando foi que tive uma noite ininterrupta de sono,e agora, sou mais uma vítima da insônia. Insônia essa que me fez ler praticamente um livro todo nessa madrugada. Livro este que veio com uma história a calhar com meus novos buracos. Excepcionalmente de terça para quarta eu dormi 9 horas de uma vez! Também pudera, as noites anteriores mal dormidas, vivendo à base de medo, angústia...daí veio aquela dor tanto temida! aquele novo buraco que será eterno, quase 2 dias acordada, sobrevivendo com café com leite, lidando com mais dor, sofrimento, revivendo outra perda....eu dormi por um tempo, mas daí a insônia voltou. Hoje fui trabalhar, mas me mandaram ficar em casa mais alguns dias. Eu sei que o melhor seria distrair a cabeça, mas confesso que por um lado fiquei aliviada. Não tenho vontade de nada! Uma hora eu tô rindo com alguma besteira, na outra tô chorando e me contorcendo com a gastrite amiga que aparece em momentos como esse. Não seria nada legal ficar chorando no trabalho, prefiro fazer isso aqui, sozinha. Achei que fosse chegar em casa e dormir. Mas sei lá pra onde foi meu sono. Deve ter ido dar uma volta com a força de vontade. Achei que não fosse acontecer agora. Que tudo ia ficar bem, que ela ia melhorar. Que ainda ia me ver feliz de verdade,ia conhecer o amor da minha vida, ele ia se tornar o queridinho dela. Daí teríamos um filho, ela ia fazer o enxoval,íamos morrer de amor por ele, ela seria a "vozinha" pra ele também...e então, sem sofrimento, sem doença, sem dor, ela iria lá pro outro lado, encontrar meu pai... A gente evita pensar, confrontar, aceitar, entender a morte.Você acha que ela vai passar longe, mas, mais uma vez ela aparece por perto.

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Lollapalooza 2013


 Fiquei pensando em como escrever sobre os últimos dias, mas ainda não sei como,nem por onde começar. Sou impulsiva e assim que abriu a pré venda do Lollapalooza comprei o pacote para os 3 dias de festival.O tempo foi passando e eu comecei a me preocupar,como eu iria aguentar a maratona?
 Se eu sobrevivi,muito se deve à generosidade da minha amiga que me chamou pra ficar na casa dela,pra eu não ter que enfrentar o desgaste de ir e voltar todos os dias pra minha casa.Foram mais horas de sono,menos horas de locomoção,e eu pude aproveitar tudo o que eu queria! 
A gente reclamou da chuvinha do primeiro dia,da lama, do fedor,daquele inconveniente de umas milhares de pessoas. 
Mas teve os reencontros,os abraços,os pulos de excitação,as risadas,os gritos,as lágrimas de emoção. 
Emoção em rever os caras que a gente admira,em ouvir novamente ao vivo as músicas que fazem parte da nossa vida. 
Teve a emoção das primeiras vezes. 
O primeiro show daquela banda. 
A satisfação de ver que alguns desses caras têm um carinho pela gente.Caras que você os queria ter como vizinhos, se reunir num churrasco de fim de semana,assistir um jogo juntos na TV,jogar conversa fora. 
Eddie Vedder e Brandon Flowers morarão eternamente no meu coração. 
O Brandon é aquele cara pra casar e ter um monte de filhos.O que foi aquela enxurrada de sorrisos avassaladores?
 

 The Killers fechou o primeiro dia deixando um gosto de quero muito mais.E a impressão de que você não iria conseguir se levantar no dia seguinte de tanto que pulou. 
Pearl Jam fechou o festival mostrando mais uma vez que são seres de outro planeta.Que banda! Me emocionam de um jeito absurdo!
 

O Dan Auerbach do The Black Keys é muso demais.

O show deles foi quase perfeito,não tivesse tanta gente sem noção por perto. 
Pq essa gente não fica em casa?ou vai pra qq outro lugar do mundo. Tem gente q vai em show só pra dizer que foi,postar foto no instagram e posar de legal. Da próxima vez,não apareçam,por favor! 

The Hives e Franz Ferdinand foram incríveis! 

O The Temper Trap que eu achei que nunca fosse ver na vida! 

 Tinha gente de tudo quanto era canto. Uma porrada de gringos engraçados. Gente que incorporou o espírito dos festivais gringos e foi fantasiado(ano que vem vou me aprontar tb).
 Foram dias intensos! Fisicamente e emocionalmente. Pra mim foi uma satisfação pessoal ter aguentado fisicamente,com tanta coisa que já passei,foi uma vitória! 
Foram dias inesquecíveis ao lado de amigos especiais. 
O corpo tá dando os sinais do cansaço...algumas dores ainda presentes, uma gripe chegando, mas a vontade de fazer tudo de novo segue aqui!
 Agora a gente passa o tempo vendo os vídeos no YouTube,as fotos, e querendo uma máquina do tempo pra reviver tudo mais uma vez.

quinta-feira, 21 de março de 2013

Quando foi??

Não sei que dia é hoje. Perdi a noção do tempo. Perdi a noção de quando foi que cheguei nesse ponto. Perdi a noção de quantos quilos engordei,de quantas peças de roupa perdi. Perdi a noção do tamanho que atingi. Não sei quando foi que as pessoas resolveram sumir e nem quando eu deixei de aparecer. Não sei quando deixei de sonhar, de querer, de fazer as coisas que eu gostava. Tudo o que eu sei, e sei que eu quero, é dormir!

sexta-feira, 15 de março de 2013

Pedi um sinal

Hoje eu acordei e pedi um sinal. 
Que me mostrassem se eu devo continuar insistindo ou se desisto de uma vez por todas. 
E mais ainda,como fazê-los, como saber reconhecer uma coisa ou outra. 
Sai de casa,caminhava pro metrô e estava tocando 

"... Remembering him comes in flashbacks, in echoes
Tell myself it's time now, gotta let go
But moving on from him is impossible
When I still see it all in my head
Burning red
Loving him was red..."

Na esquina seguinte levei um susto. Cruzei com um cara que era uma versão sua. O mesmo tipo físico,o corte de cabelo.Se vestia como você, usava o mesmo óculos escuro. O mesmo jeito de andar.
Por um momento eu fiquei boquiaberta, o coração deu uma acelerada, por causa do espanto,mas nada comparado com o estado q ele fica quando vejo você. 
 Confesso q lacrimejei,mas me segurei, se eu deixasse a torneira abrir,não conseguiria chegar no trabalho.

 E agora me pergunto,isso foi um sinal?



sexta-feira, 1 de março de 2013

melhor ficar calada

Eu tenho vontade de escrever mais aqui. Durante o dia minha cabeça fica pensando em várias coisas, criando textos.
Mas, acho que nada que alguém queira ler.
A foto abaixo representa vem meu estado de espírito.


sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Put your hands up!!!

Coisas simples têm o poder de transformar teu dia! Um belo jeito de começar o dia é tendo a notícia de que uma das tuas bandas preferidas finalmente vem tocar no teu país! Música tem mesmo um poder transformador, e se não fosse pela música, eu não sei o que seria de mim. Since 1998 waiting for this!!! A trilha sonora do post, aliás, a trilha sonora do dia não poderia ser a não ser MATCHBOX TWENTY! Matchbox Twenty fazendo o meu dia!Tornando minhas futuras férias as melhores até então! (p.s. preciso conseguir comprar ingressos pro show, seria uma coisa super fácil, se não fosse um caos a venda de ingressos de shows internacionais de grande porte aqui nesse país)

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

sábado, 16 de fevereiro de 2013

meus bons amigos,onde estão?

Há horas que venho pensando no quanto eu preciso desabafar,mas são tantas coisas entaladas que não consigo processa-las e coloca-las aqui. Aquelas velhas histórias que a gente escuta,fala e acha que está colocando-as em prática: • nessas horas que vemos quem são os amigos •os amigos nós contamos nos dedos • não espere nada de ninguém • não se empolgue e não compartilhe nada sobre sua vida • aprenda a colocar em prática de verdade • não, vc de fato não tem amigos • quem fala que te ama e sente saudades, não sente nada disso de fato • não corra atrás de ninguém (isso já tentei praticar,não durou nada) eu me sinto a pessoa mais sozinha do mundo! Em todos os campos,sentidos,áreas e tudo mais. Acho q na verdade eu não tenho amigos de verdade. Eu q sou uma tola e tenho a mania de achar que as pessoas me consideram e gostam de mim da mesma forma que eu delas. Cada ano que passa, aumenta a minha idade,meu peso,minha depressão,meu medo,minha falta de rumo. E diminuem as pessoas. nao tenho ninguém. ( eu sei que esse post está deprimente demais,ele só é um reflexo de mim mesma)

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

...sabemos tudo a nosso respeito...

Eu estava tentando me equilibrar no metrô,carregando minha mochila pesada quando percebi que uma avalanche de sentimentos me tomava. Talvez tenha sido a música q tocava no meu mp3 player,talvez tenha sido os sonhos dessa semana,ou o rapaz q estava ao meu lado (mas ele sequer me lembrava alguém,era bem bonitinho,mas devia ser muito novinho),ou talvez tenha sido tudo. Os tantos abraços que eu recebi, a imagem de você junto da minha família,na casa onde morávamos,na escola onde estudei,com minha melhor amiga.Você sendo parte constante da minha vida...mas tudo em sonhos. Engraçado que, você deveria aparecer como parte da minha vida de um passado recente,ou hoje,ou no futuro, mas por que sendo parte de um passado já distante? (preciso de um terapeuta,ou alguém que interprete sonhos) E aquilo que eu guardei à sete chaves e mais alguns cadeados viera à tona. E não sei se consigo lidar com isso agora.

sábado, 19 de janeiro de 2013

Por que?

Eu já tentei entender, já achei que tivesse entendido, ou pelo menos estivesse quase lá, mas não, eu não consigo entender como que uma pessoa entra do nada na tua vida e do nada evapora! Por que? Como? Se tem uma coisa que eu odeio é ter um ponto de interrogação me rondando, ou reticências. Ou você coloca uma vírgula e deixa bem claro a posição dela, ou você coloca de vez um ponto final. Tá, eu poderia virar a página, eu achei que eu já estivesse terminado esse capítulo,mas vira e mexe fica essa interrogação me martelando... (olha as reticências aqui!) Eu sei que despedidas não são fáceis,mas acho que não teria sido difícil nesse caso dizer " tchau, passe bem, até nunca mais!" Daí você me pergunta, "mas por que você não dá um basta nisso? pra quê ficar nessa sangria desatada esperando uma resposta, sendo que ela nunca virá?" Eu te digo : NÃO SEI! Não sei se eu curto de fato um drama. Se é uma pontinha de esperança guardada em algum lugar a sete chaves. Se é aquela história de que tem coisas na vida que são passageiras,existem pessoas passageiras, aparecem por um curto espaço de tempo e se vão, e o papel delas é apenas temporário.Em alguns casos você entende, mas e quando não?O que você faz? O que você faz quando você já tentou das maneiras que existiam? E tem aquela parte sua que ainda insiste... Crazy? Retarded? Carlu Rae Jepsen - Call me maybe Gotye - Somebody that I used to know Titanium - Sia & David Guetta