sábado, 23 de abril de 2016

Nem tudo é o que parece ser!

Estou ensaiando há semanas pra escrever aqui.
Pensando se devo ou não colocar pra fora o  que tem me incomodado.
Não peço que me entenda, nem que fique do meu lado.
Muitos que um dia falaram que sempre estariam aqui, se foram.
Hoje eu já não me importo mais como antes. Já não acho que alguém tenha obrigação ou sequer consideração pra ficar.
Não deve ser fácil pra quem nunca se sentiu assim entender o outro. Eu já estive do outro lado e confesso que não entendi e não soube como agir.
Nunca achei que fosse passar por isso, apesar de há muitos anos atrás terem me alertado sobre isso. Mas eu insistia que não,  eu não era uma pessoa depressiva. Imagina, eu???
É!  Eu mesma!
Eu que tanto ouvia  dizerem que era impossível imaginar eu triste, pq eu sempre fui tão alegre, tão divertida,  tão engraçada,  tão tão...
Então,  não é nada pessoal.
Não me afastei de você.
Não tô me escondendo de ninguém.
Eu sou assim.
Tenho épocas ótimas, outras mais ou menos,  outras ruins.
Eu posso continuar rindo, fazendo piada, postando coisas legais nas minhas redes sociais. Mas isso não significa que estou radiante.
Eu sinto um desânimo muito bizarro de vez em quando.
As coisas que eu mais amava fazer, nem essas me fazer levantar da cama.
Tem dias que eu só quero dormir! E dormir! E só!
Tive um momento desses na semana passada, consegui vencê-lo, fui ver quem eu queria ver. Dei o abraço que eu tanto queria dar há tanto tempo, e fiquei muito feliz por isso.
Sabe aquele abraço que parece lar, que faz uma falta! Mas que mesmo assim , das outras vezes foi difícil eu sair da cama por esse abraço( tudo bem que, tinham outros fatores).
Eu chegava a pensar que, por eu ter sumido, o abraço pudesse achar que eu o tinha esquecido. Mas ele sempre esteve aqui, até nos piores momentos em que eu só queria dormir.

2 comentários:

  1. Oi, Ju!
    Ando nesta fase de não querer sair da cama, de não querer ver as pessoas, de não querer...
    É difícil lidar com isso.
    talvez, um dia de cada vez... Talvez!

    Beijos,

    Algumas Observações

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fê,não é fácil mesmo! É um dia de cada vez, um passo de cada vez. Temos que ter uma paciência danada com nós mesmos.
      Estamos aí pra lidarmos e ajudarmos uns aos outros.

      Tenho fé de que um dia isso será totalmente ultrapassado!
      Se cuida! 😘

      Excluir